A vida é tão rara...

By Leila Maria - setembro 14, 2016





"Um pai de família matou sua mulher a facadas e jogou seus dois filhos da sacada antes de pular e se matar também, no Rio de Janeiro.
Outro pai de família pulou do 17º andar do fórum em SP, com seu filho no colo.
Na carta de despedida dos dois, eles falavam do desespero por não conseguirem mais sustentar a família com dignidade por terem trocado de emprego e diminuído a qualidade de vida.
Até quando vamos viver pelo trabalho e pelo dinheiro? Quantas avós conhecemos que tiveram seus 12 filhos e, com muito suor, conseguiram dar uma vida digna para todos eles? Por que essa loucura de ter o melhor carro, a melhor casa e as melhores viagens?
É de assustar como em tão pouco tempo, as prioridades e virtudes foram trocadas de uma forma tão violenta.
Antigamente a gente via aquela foto de nossos pais,tios, na praia, com uma sunga de envergonhar qualquer um. Levávamos lanche de casa, pq não tínhamos dinheiro. Os adultos riam e as crianças faziam uma algazarra. Tínhamos pouco dinheiro, mas havia ternura entre nós. Éramos felizes. Não importava o local do passeio, mas a alegria da aventura. Hoje vemos a família toda fazendo um tour pela Europa, mas com celular na mão o tempo todo. Todos sempre preocupados em registrar em fotos o momento, em vez de aproveitar de verdade. A cada dia vemos a ideia de família sendo esquecida e entrando a ideia de indivíduo.
As vezes a gente escreve esses "textões" aqui para desabafar, mas acho que hoje não é um desabafo e sim um grito por ajuda. Por medo de que algo tão horrível aconteça com algum conhecido, com algum familiar. Vamos dar um tempo para nós mesmos, desacelerar o corpo e alma. 
A vida é mais que dinheiro. A vida são os breves momentos que passamos com quem amamos.

E o resto é só resto."









  • Share:

You Might Also Like

0 comentários