Como tecer um porta-copos num tear improvisado

By Leila Maria - setembro 15, 2017





Para o porta-copos recorte no papelão um quadrado de 10x10cm.

Num dos lados demarque pontos a cada 0,5cm, como mostramos na imagem. Repita do lado oposto.


                           Demarque os pontos onde faremos os encaixes do tear

Trace linhas paralelas unindo os pontos demarcados. Essas linhas ajudarão a manter a trama no rumo certo.

Trace também um linha de cada lado no outro sentido a 0,5cm da borda, como você vê na foto.

                          Trace as linhas unindo os dois lados

Com uma tesoura, corte cada um dos “dentes”  do nosso tear improvisado. É nesses recortes que encaixaremos os fios da base da trama.

Repita do outro lado.


                           Corte com uma tesoura cada um dos dentes demarcados



Vamos tecer


                          Vamos formar a urdidura, a base da trama

Usando um fio de crochê que é firme mas fino, vamos montar a urdidura, prendendo cada volta nos dentes que recortamos, como se fosse uma argola.


O que é urdidura?
Urdidura é a estrutura de fios paralelos, base do trabalho de tear, que no nosso caso ficará presa nos recortes do papelão.
                            Urdidura para tear improvisado
Olhe aí nossa urdidura pronta. A linha da base segue num vai e vem, de lado a lado, sempre fazendo a voltinha nos “dentes” recortados no papelão.

Lembre de prender bem as duas pontas do começo e do final.
                         Passe o trapilho de algodão numa agulha
Para fazer a trama vamos usar trapilhos feitos com camisetas usadas. Você pode usar retalhos de qualquer tecido, basta cortar em tiras iguais ou comprar fio de malha em novelo.

Passe o seu trapilho numa agulha grande ou use um gancho para tear.
                          Passe a agulha intercalando os fios
Passe a agulha intercalando os fios da urdidura, um por cima, um por baixo. Faça isso de uma ponta até a outra.

Puxe o trapilho pela urdidura com cuidado até atravessar todo seu tear.
                          Quando chega do outro lado, corte o trapilho
Ao atravessar o tear, corte o trapilho com uma tesoura, deixando uma borda de sobra. 

                        O trapilho seguinte começa sempre invertido
Os trapilhos devem alternar a entrada no tear também. Observe que o primeiro iniciou por baixo da urdidura e o seguinte por cima. O terceiro novamente por baixo e assim por diante.

É assim que formamos uma trama firme.
Quando adquirir mais prática,  você pode intercalar os fios da urdidura em quantidades diferentes, e assim obter novos desenhos e formatos na trama.
Siga intercalando os trapilhos até completar toda a urdidura, como vemos abaixo.
Você pode intercalar cores de trapilhos e formar um padrão bacana no seu jogo.

Siga intercalando os trapilhos até fechar toda a urdidura
Para podermos soltar a trama precisamos arrematar as franjas da borda, que ainda estão soltas.

Usando a mesma linha de crochê, costure o arremate como mostra a imagem, passando a agulha pelos fios da urdidura, sempre no mesmo sentido, prendendo os trapilhos que ainda estão soltos.

Siga até o final e volte pelo lado de dentro.
Vamos arrematar as bordas para a trama não soltar

Para voltar, levante a trama e repita o arremate até a outra ponta. 
                            Volte arrematando pelo lado de dentro da trama
Quando voltar com a agulha para o ponto de partida, dê um nó nas duas pontas e corte.

Repita com as franjas do outro lado.

Se preferir pode fazer uma costura simples que sirva para fixar as franjas.
                           Quando chegar ao outro lado, dê um nó
Pra terminar iguale o tamanho das franjas dos dois lados. Também amarre as linhas da urdidura que ainda estão soltas e corte os excessos.
                          Agora iguale o tamanho das franjas cortando as maiores
Com tudo pronto já podemos soltar a urdidura do papelão.

Com a ajuda de uma agulha, levante cada pontinha e solte do dente.

Repita do outro lado.

Se trabalhar com cuidado, seu tear de papelão resiste a confecção de todo o jogo.
                          Solte do papelão as argolas da urdidura
E, pronto!!!

Já podemos usar.

O interessante é explorar as cores da urdidura e dos trapilhos, pois o contraste pode ser muito interessante.
Aí estão nossos porta-copos prontos para usar

Dicas finais

A espessura dos trapilhos também altera o resultado final. Você pode explorar isso a favor do seu projeto, fica bem bacana.
Esse trabalho também pode ser feito usando fios de lã, mas eu prefiro o tecido porque ele absorve bem a umidade dos copos e garrafas.
Super fácil de lavar, a dica também é perfeita para jogos americanos. Fica a sugestão para presentes



  • Share:

You Might Also Like

0 Comments