NÃO TEMOS PODER NOS EFEITOS DAS NOSSAS ESCOLHAS

By Leila Maria - junho 27, 2017



Uma das maiores graças que nos foi dada por Deus é o poder de escolher.
Isto mesmo, temos o poder total com relação às nossas escolhas.
Somos nós que decidimos o que fazer de nossas vidas.
As pessoas, à nossa volta, podem querer que façamos uma série de coisas.
Porém, a decisão final de que caminho tomar é nossa.
Entretanto, a partir dessa bênção, chegamos a uma constatação terrível.
Não temos a menor ingerência nas consequências dessas escolhas.
O nosso poder vai até fazermos a escolha, a partir daí, teremos de conviver com as consequências geradas por ela.
Entretanto, não nos apercebemos disso, pois achamos que tudo sempre estará em nosso controle.
E, infelizmente, não estará.
E é esse o principal intento desse artigo.
Ressaltar este fato, de que não temos a menor ingerência nos efeitos das escolhas que fazemos.
Deus nos dá a liberdade do livre arbítrio, porém teremos de assumir a responsabilidade pelas suas consequências.
Então, fica muito claro que colheremos o que plantarmos, através das opções que fizermos ao longo da nossa trajetória.
Sendo assim, é prudente afirmar que fazer a escolha certa é o melhor caminho.
E não tenho dúvida, que este é o caminho que a maioria quer trilhar.
Digo a maioria e não todos, porque, infelizmente, muita gente opta pelo errado, pelo ilícito de maneira premeditada.
Entretanto, o que parece tão simples, na vida real não é.
Porque somos humanos e suscetíveis às tentações que a vida nos impõe.
E, muitas vezes, acabamos por não fazer a melhor escolha, pelos mais diversos motivos.
As nossas motivações, os momentos pelos quais estamos passando, as nossas companhias, a dureza dos nossos corações, enfim, os motivos são muitos.
Sendo assim, considerar os efeitos das nossas decisões talvez seja uma forma de evitar alguns erros que cometemos.
Tentar ponderar, antes, o que essa ou aquela decisão pode acarretar talvez seja um caminho.
Pense nisso .
                                       Por:Marcio Motta

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários