Um ateu que se encontrou com Deus

By Leila Maria - agosto 28, 2016






Um farmacêutico, dono de uma grande rede de farmácias de manipulação de medicamentos, se vangloriava de tudo que tinha conseguido com a força de seu trabalho e também pelo fato de ser ateu desde sua tenra idade, não precisando se apoiar em um “Deus” como as demais pessoas fracas. Ele acreditava que Deus era uma invenção, uma fantasia criada para enganar pessoas sem cultura e sem conhecimento.

Certo dia, estava dando atendimento em uma de suas farmácias, quando recebeu uma pequena garota com uma receita em mãos. Ele fez sinal para a atendente para que deixasse que ele mesmo faria aquele atendimento:
– Olá, garotinha, qual é o seu nome?

– Ana.

– Por que você está com o rostinho tão triste?

– Porque preciso com muita urgência deste remédio, pois o médico disse que minha mãe só vai sobreviver se começar a tomar este medicamento o mais rápido possível.

– Você veio a pessoa certa, Ana. Vou preparar rapidamente esse medicamente para você! Disse o farmacêutico ateu comovido com a história da menina.

– Prepare logo, moço, é um caso de vida ou morte!

O farmacêutico ateu, à toda pressa, pegou a receita, separou alguns compostos químicos e iniciou a mistura da fórmula do remédio. Em apenas alguns minutos tudo estava pronto. Ele embrulhou o remédio, recebeu o pagamento de Ana e entregou rapidamente o pacote a ela.
Então, o farmacêutico ateu, gabando-se de sua habilidade e rapidez, voltou até o laboratório para organizar os compostos que havia retirado da prateleira para preparar a fórmula.

Foi quando, de repente, ao olhar para um frasco sentiu um arrepio em sua coluna.

– Não acredito! Exclamou o farmacêutico colocando as mãos na cabeça! Cometi um terrível engano! Em vez de usar uma certa substância a troquei por outra e isso transformou a fórmula que entreguei a Ana em um veneno mortal!

As pernas do farmacêutico bambearam, sua respiração ficou ofegante, ele saiu correndo da farmácia tentando achar a garotinha, mas nada, ela não estava em lugar algum. Ele entrou correndo na farmácia, andando de um lado para outro, tentando pensar no que poderia fazer. Foi quando um pensamento lhe ocorreu:

– E se Deus realmente existir? Já ouvi tantas pessoas falando que oram para ele e conseguem receber bênçãos das mãos Dele. E se ele existir?!

Ele, então, abaixa a sua cabeça e, baixinho, começa a dizer algumas palavras:

– Deus, se o Senhor existir, me perdoe. Eu cometi um grande erro! Se é verdade que o Senhor existe, faça alguma coisa para livrar aquela vida inocente que acabarei matando por causa da minha falta de atenção. Salva-me dessa terrível situação, eu imploro!

Ainda de cabeça baixa perto do balcão, o grande farmacêutico escuta alguém acionar a campainha buscando atendimento. Quando ergue os olhos, eis que está diante dele a garotinha que levara aquele veneno, com as mãos todas molhadas, cheia de cacos de vidro e com olhos cheios de lágrimas.

– O que aconteceu, Ana?

– Sem querer, enquanto estava indo levar o remédio para minha mãe, tropecei e derrubei o pacote e o vidro quebrou!

O farmacêutico levanta, e com o coração reanimado pelo que acabara de presenciar, entra novamente no laboratório e, dessa vez, com toda a atenção, preparar a fórmula que iria salvar a mãe de Ana.

Então, entrega o remédio nas mãos de Ana, dizendo que o novo vidro do remédio era um presente para ela e que desejava que sua mãe logo se curasse.

Daquele momento em diante, o farmacêutico, ex-ateu, resolveu procurar mais a fundo as respostas que desejava a respeito de Deus e prometeu nunca mais dizer que não cria em algo que ele não conhecia de fato.

Fonte:https://www.esbocandoideias.com/2015/07/ilustracoes-cristas-um-ateu-que-se-encontrou-com-deus.html






  • Share:

You Might Also Like

0 Comments