Bem precioso...de todos

By Leila Maria - setembro 18, 2014

Todos temos a noção que sem água a humanidade não poderia sobreviver. 


Este bem não é inesgotável, como muitas vezes somos levados a pensar: 97% da água existente é salgada; 3% encontra-se em estado sólido, gelo; 0,5% de água é o que o homem tem de água potável para sobreviver.

  Perante estes dados verifica-se que a água tornou-se um bem escasso.
Existem vários fatores para que tal aconteça:

- o aumento da população o que leva a uma maior gasto de água;
- a poluição que cada vez é maior o que leva que a água não possa ser renovável;
- a vida atual dos países desenvolvidos leva a um maior gasto de água;
Tendo consciência deste problema cabe a cada um de nós contribuir para a minimização da diminuição dos recursos hídricos.

Basta, pôr em prática diariamente gestos que nos parece insignificantes, mas que nos permite salvaguardar a sua existência. 
Pela natureza,  alguns conselhos que poderá pôr em prática no seu dia a dia e que lhe permite poupar na água .

1. Mantenha a canalização doméstica em bom estado. Chame um canalizador caso as torneiras não parem de pingar ou se verificar a existência de uma rotura;

2. Feche sempre bem as torneiras. Uma torneira a pingar pode gastar cerca de 25 litros de água por dia;

3. Utilize torneiras de regulação do fluxo de água ou instale dispositivos de redução ;

4. Verifique o isolamento térmico do sistema de distribuição de água quente. Evita o desperdício de água e de energia enquanto espera que a água aqueça;

5. Faça uma leitura regular do contador e da fatura da água para controlar os seus gastos;

6. Instale autoclismos com dispositivo de dupla descarga. Poderá também colocar garrafas de água com areia no interior do reservatório para evitar enchê-lo na totalidade e reduzir a quantidade de água gasta em cada descarga;

7. Evite fazer descargas desnecessárias, lembre-se que o  vaso sanitário não é um caixote do lixo. Cada descarga gasta cerca de 10 litros de água;

8. Coloque dispositivos de redução de caudal na ducha;

9. Tome duchas rápidas e evite os banhos de imersão. Uma ducha de 5 minutos gasta entre 25 e 100 litros de água, dependendo do modelo do chuveiro e da pressão da água. Feche a torneira enquanto se estiver a ensaboar;

10. Utilize um balde para recolher a água do ducha enquanto espera que a água aqueça; pode utilizá-la depois no  vaso sanitário ou no jardim, por exemplo;

11. Feche a torneira quando está a escovar os dentes ou a fazer a barba. Uma torneira aberta no lavatório pode gastar 9 litros de água por minuto;

12. Utilize a máquina de lavar roupa e louça com carga completa, evitando o desperdício de água e de energia;

13. Se lavar a louça à mão, não deixe a água a correr continuamente, encha o lava-louça com a água necessária;

14. Não lave a louça peça a peça, junte-a e lave-a uma ou duas vezes por dia. Utilize a mínima quantidade de detergente possível para uma lavagem eficaz, diminui a quantidade de água necessária para enxaguar a louça;

15. Quando cozer legumes, utilize apenas a água suficiente para os cobrir e mantenha a panela tapada; os legumes cozem mais rápido, poupa água e energia;

16. Limpe os pavimentos exteriores a seco, optando por varrer em vez de lavar;

17. Lave o carro com balde e esponja. Evite o uso da mangueira;

18. Aproveite a água da chuva, colocando um reservatório ou uma cisterna na rua. Pode utilizar essa água para lavar o pavimento ou o carro, no autoclismo ou para regar o jardim;

19. Regue o jardim de manhã cedo ou ao início da noite, quando a evaporação é menor;

20. Cultive plantas típicas da sua região, porque estão melhor adaptadas às condições climáticas e utilizam a água disponível de forma mais eficiente;

21. Reutilize água para regar o jardim. Pode usar a água de lavar fruta ou legumes, por exemplo;

22. Utilize o regador, evite o uso da mangueira sempre que possível;

23. Cubra a terra do jardim ou dos vasos com casca de pinheiro ou outros materiais . Diminui o contato direto do solo com a luz solar, conservando a humidade da terra;

24. Plante árvores que façam sombra no Verão, reduz a evaporação das plantas protegidas pela sombra;

25. Se detectar uma fuga de água num espaço público, contate imediatamente a entidade competente.




 



  • Share:

You Might Also Like

0 Comments