Folhas de louro (chá de louro): para que serve e como fazer o chá

 

O Louro é uma planta medicinal muito conhecida na gastronomia por seu sabor e aroma característico, porém, ele também pode ser utilizado no tratamento de problemas digestivos, infecções, estresse e ansiedade, por exemplo, devido às suas propriedades.


O seu nome científico é Laurus nobilis e pode ser comprado em praticamente todos os mercados e em algumas lojas de produtos naturais.


Como fazer o chá de Louro

O chá é uma ótima alternativa para aproveitar todos os benefícios das folhas de louro, sendo considerado uma boa opção para a má digestão, ansiedade e estresse, por exemplo.

Ingredientes

3 folhas de louro;

1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Para preparar o chá, basta colocar as folhas de louro na água fervente e deixar por cerca de 10 minutos. Em seguida, beber o chá 3 a 4 vezes por dia. Caso sinta necessidade, pode adoçar antes de beber.

A folha de louro, e consequentemente o chá, é rica em potássio, magnésio e vitaminas B6, B9 e C e possui ação diurética, antifúngica, anti-reumática, anti-inflamatória, digestiva, estimulante, antioxidante e expectorante, podendo ser utilizada para ajudar no tratamento de diversas situações, como por exemplo:

Inflamações no fígado;

Cólicas menstruais;

Infecções na pele;

Dor de cabeça;

Gases;

Reumatismo;

Estresse e ansiedade.

Além disso, as folhas de louro são capazes de regular os níveis de açúcar no sangue, podendo ser utilizada para ajudar no tratamento da diabetes. O louro também pode ser utilizado para tratar problemas de pele, como dermatite, sendo nesse caso recomendado o uso tópico, no entanto é importante que seu uso seja orientado pelo médico, uma vez que pode resultar em reações alérgicas.


Efeitos Colaterais e contraindicações

O consumo das folhas de louro não é recomendado para mulheres em fase de amamentação ou que encontra-se grávidas, já que pode estimular o aborto. Além disso, quantidades excessivas de louro podem causar sonolência, já que essa planta possui efeito calmante e é capaz de desacelerar o sistema nervoso, além de causar alterações gastrointestinais, cólicas abdominais e dor de cabeça, por exemplo, quando consumida em grandes quantidades.

Devido à sua capacidade de controlar os níveis de açúcar, o consumo excessivo de louro também pode diminuir muito os níveis de açúcar no sangue, causando hipoglicemia. Por isso, é importante que o consumo das folhas de louro seja feito conforme a orientação do nutricionista, médico ou fitoterapeuta para que seja indicada a quantidade ideal que não resulte em efeitos colaterais.


fonte:https://www.tuasaude.com/louro/




Assine a nossa Newsletter

Back to top