O QUE É A ESQUIZOFRENIA?

By Leila Maria - janeiro 30, 2017





A esquizofrenia é uma doença psicótica. Esse estado mental indica uma perda de contato com o real. A pessoa que atravessa uma crise psicótica pode ter alucinações, delírios, mudanças comportamentais e pensamento confuso. Estes sintomas estão aliados a uma carência de visão crítica, que leva o indivíduo a não reconhecer o caráter estranho do seu comportamento. A apresentação é complexa e afeta tanto homens quanto mulheres em proporções semelhantes. Entre as causas estão fatores genéticos e ambientais, especialmente àqueles que afetam o cérebro em desenvolvimento. Existem evidências de que o uso de alguns tipos de drogas ilícitas pode causar essa doença (ex.: maconha).
As principais manifestações envolvem perturbação do pensamento, da afetividade e da interação social; que se iniciam preferencialmente no início da idade adulta e determinam sérias dificuldades ao indivíduo no campo pessoal, familiar, ocupacional e social.
Resultado de imagem para ESQUIZOFRENIA
QUAIS AS CARACTERÍSTICAS DESTA DOENÇA?
Cabe ressaltar que a esquizofrenia apresenta uma variedade de sinais e sintomas, podendo se manifestar de forma diversa entre os indivíduos.
O quadro clínico se manifesta com isolamento/retraimento social, inafetividade, comportamento estranho, pensamento fragmentado ou desorganizado, delírios (pensar que está sendo vigiado ou perseguido por alguém, achar que pode se comunicar com extraterrestres, achar que os pensamentos estão sendo monitorados ou roubados por outros, sem relação direta com a realidade), perturbação da percepção ou alucinações (escutar vozes, sensação de ser tocado na pele, sentir cheiros estranhos, sem relação direta com a realidade), perda de iniciativa, apatia, prejuízos na execução de tarefas e fluência da fala, déficit de atenção e memória, entre outros. Em relação aos delírios e alucinações não existe argumento nem bom senso que convença o doente do contrário.

Resultado de imagem para ESQUIZOFRENIco
QUAIS SUAS POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS?
A doença tem uma evolução crônica. Existe um comprometimento significativo em todos os aspectos da vida do indivíduo. O início precoce dos sintomas determina, na maioria dos casos, um maior prejuízo funcional.
Além disso, o uso de álcool, drogas e tabaco é frequente nessa população. Existe dificuldade para os cuidados básicos com higiene e saúde, o que determina maior probabilidade de adoecer. Quase nunca buscam atendimento espontaneamente . Dificilmente os portadores dessa doença conseguem terminar os estudos, concluir uma faculdade, ter um trabalho.
A família é o grande aliado para que esses indivíduos consigam procurar e se manter em tratamento. Este promove controle de sintomas e reinserção social, tão importante para manutenção de uma vida digna, em harmonia com a sociedade.
Resultado de imagem para ESQUIZOFRENIco

EXISTE E EXIGE TRATAMENTO? COMO É ESTE?
A boa avaliação clínica é o primeiro passo para a indicação do tratamento. Este é necessário no sentido de minimizar os impactos da doença na vida do indivíduo. Os medicamentos formam a base do tratamento. Outras ações como psicoeducação com a família, terapia ocupacional, musicoterapia, educação física, atividades na comunidade promovem adequação e reinserção social, além do controle de sintomas.
A continuidade do tratamento se faz necessária no sentido de minimizar os riscos de novas crises.
Resultado de imagem para ESQUIZOFRENIco pintura
É NECESSÁRIA A INTERNAÇÃO? QUANDO?
A internação integral é necessária em momentos de crise aguda ou situações em que o tratamento ambulatorial não consegue oferecer um ambiente seguro para remissão de sintomas da doença. Ainda, permite revisão da saúde física, orientação de um planejamento interdisciplinar, psicoeducação, ensino de estratégias de enfrentamento, envolvimento familiar e abordagem a prevenção de recaída.
O tempo de internação deve ser o menor possível, visando reabilitação e retorno do paciente para vida em sociedade.
Resultado de imagem para ESQUIZOFRENIA
QUE MEDICAMENTOS SÃO USADOS? VICIAM?
A esquizofrenia é uma doença que exige o uso contínuo de psicofármacos, principalmente os chamados antipsicóticos.
Em algumas situações existe necessidade de associar medicamentos para aumentar a efetividade do tratamento, que na sua imensa maioria não causam dependência.
Ressalte-se que o uso regular de medicamentos, sob a supervisão de um profissional médico, melhora significativamente a vida pessoal e social dos portadores dessa doença, que evolui de forma crônica e pode ter consequências devastadoras sobre o indivíduo.
Resultado de imagem para ESQUIZOFRENIA


Resultado de imagem para ESQUIZOFRENIco pintura





  • Share:

You Might Also Like

0 Comments