Dicas para cuidar do peixe Betta

By Leila Maria - setembro 05, 2016




Para quem quer ter um bichinho de estimação silencioso, belo, e que demanda o mínimo de cuidados, o Peixe Betta é uma opção. O peixe Betta é resultado de uma combinação genética promovida pelo homem, e lembra só vagamente seu peixe de origem. Você já percebeu que o Betta está sempre desacompanhado em seu aquário? Pois é, ele é um peixe extremamente agressivo e que gosta de briga, tendo que ser deixado sozinho para não se meter em confusão com outros peixes. Seu habitat é simples, pode viver em um aquário pequeno, sem equipamentos para oxigenação, sem adornos, plantas ou pedrinhas. É um peixe que dura bastante tempo, aproximadamente 5 anos, esse número variando para mais ou para menos de acordo com os cuidados, alimentação, manutenção do aquário e genética do animal.

Resultado de imagem para Peixe Betta

Resultado de imagem para Peixe Betta

Resultado de imagem para Peixe Betta




Conheça os cuidados básicos que você deve ter com o peixe Betta:

Aquário: Como foi dito, o aquário é o mais simples possível, sem equipamentos ou enfeites. Mas tenha bom senso para não colocar o peixe em um aquário minúsculo. Existem as “beteiras” que são os aquários próprios para o beta, procure uma e escolha um tamanho razoável.
Local para o aquário: Não deixe exposto diretamente ao sol para não cozinhar o peixe, nem no frio excessivo, sob a chuva, locais engordurados e com cheiro forte. Opte por locais tranquilos e iluminados, como a cabeceira da cama, mesa de trabalho, algum móvel na sala. Lembre-se de não deixar sob o alcance de crianças pequenas e outros animais domésticos.
Soltando o peixe: Para colocar o peixe no aquário, mergulhe o saquinho que está o peixe aos poucos na água do aquário, que pode ser de torneira mesmo, para a temperatura entre ambos equilibrar. Pingue na água algumas gotinhas de condicionador de água (por exemplo o Aquasafe) que eliminam o cloro e neutralizam os metais pesados da água. Solte o peixinho no aquário com delicadeza para ele não sentir o choque de mudança de ambiente.
Alimentar o peixe: Não alimente o peixe no dia de sua chegada. Provavelmente ele já estará alimentado e estará estressado devido à mudança de ambiente. No dia seguinte jogue de 1 a 3 floquinhos de comida e aguarde sua reação. Se ele se alimentar jogue mais 4 floquinhos. Você pode jogar essa quantidade de alimento 1 ou 2 vezes por dia, não mais do que isso. Nunca alimento o betta com grandes quantidades de uma vez só, pois se ele não comer a água ficará suja desnecessariamente, prejudicando a qualidade da água e provocando alguma doença no peixe.
Manutenção do aquário: Troque a água da beteira 1 vez por semana ou a cada 10 dias no máximo. Você deve tirar metade da água do aquário e colocar em uma vasilha. Pegue o peixe com uma redinha apropriada e coloque nesse recipiente. Jogue o restante da água do aquário fora, esfregando o fundo com uma bucha para eliminar resíduos que estejam grudados. Encha o aquário pela metade com água da torneira, pingue o condicionador e aguarde 3 minutos. Jogue a água do recipiente com o peixe de volta no aquário. Isso evita choques de temperatura, pH e aumenta a resistência do peixe.
Doenças: Pintas brancas, manchas, aspecto opaco, perda de coloração em algumas partes ou descamação podem ser sinais de alguma doença. Fique sempre atento a seu Betta!
Reprodução: Para reproduzir Bettas procure um criador experiente. Ele saberá o período propício ao acasalamento do peixe e a combinação ideal entre os pares.


Fonte:https://www.estimacao.com.br/dicas-para-cuidar-do-peixe-betta/
Fotos da internet





  • Share:

You Might Also Like

0 Comments