Espere por milagres

"Esperar que algo de bom aconteça é uma escolha. É um ato de nossa fé. U…

Você come suas emoções?

 



“To feliz, vou comer! To triste, vou comer! Ah fim de semana né? Vamos comer! To estressada, preciso comer! To na TPM! Vamos comemorar!” Hoje já sabemos que comer é muito mais do que apenas o ato de se alimentar e está muito relacionado às nossas emoções! Mas é preciso cuidado: a nossa alimentação não pode ser sempre de acordo com nossas emoções, afinal nós vivemos fases e momentos diversos.

Um estudo norte-americanos aponta que a maior parte da população obeso de seu país, oprimir seus sentimentos através da comida, um ato muito comum para quem necessita fugir da realidade. Os alimentos desencadeiam atividades neuro hormonais, assim similares a prática de uso de drogas, causam também suas ações, como dependências e abstinências. O uso descriminado de alimentos de baixo teor nutricional, causam super dependências devido a sua velocidade em atingir o sistema dopaminérgico, causador das sensação de recompensa.

Com isso a facilidade em ativar o sistema de recompensas (dopaminérgico), é possível mascarar sintomas em indivíduos como ansiedade, depressão, estresse entre outros sintomas do âmbito emocional. Indivíduos com sobrepeso oriundo pela alimentação compulsivo, tem mais tendências em ser procrastinadores, pela falta de energia, ou vontade de entrar em ação para gerar algo, uma vez que o sentimento de trabalho feito (recompensa) pode ser substituído pelo “hambúrguer” que pode ser adquirido de fácil acesso, sem precisar do esforço de concluir o trabalho.

Todo mau hábito pode ser substituído por um bom hábito. A prática de atividade física pode aos poucos substituir a sensação de prazer que o alimento traz, lembrando que essa sensação só aparecerá após concluir a atividade física. Eu sei que pode ser demorado, mas comece aos poucos, por exemplo: finalizando um lance de escadas, ir ao trabalho a pé, fazer 30 min de exercício na academia, caminhada na praia etc. E por último e não menos importante, mantenha-se no controle, se surgir a necessidade de comer algo que está muito fora dos seus planos, pare e faça uma pergunta para si mesmo: O que eu estou sentindo que está fazendo com que tenha vontade de comer esse determinado alimento?

A alimentação e atividade física precisa ser consciente e mais racional, só assim podemos fazer escolhas mais saudáveis pra nossa rotina 😉. Seja 1% melhor a cada dia!


Fonte: https://www.folhavitoria.com.br/


                           

Para baixar o PDF "101 maneiras de se cuidar sem a comida" 👉👉👉http://d915742.leadlovers.com/youtube...







Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Amigos de Leilanina © Copyright 2021.