Sinusite: O Que É E Como Tratar O Problema

By Leila Maria - maio 24, 2018




Sinusite é uma inflamação, ou inchaço, do tecido que reveste os seios da face que pode resultar em infecção, acúmulo de muco e dor.
Normalmente, os seios são preenchidos com ar, mas quando eles estão bloqueados e cheios de líquido, se tornam um ambiente propício para que germes (bactérias, vírus e fungos) cresçam e causem infecção.
As causas mais comuns de infecções sinusais incluem infecções respiratórias, alergias, pólipos nasais e baixa imunidade.
Neste artigo vou abordar as causas, diagnósticos e tratamentos do problema.
Não deixe de ler e compartilhar.

O Que É Sinusite?

A sinusite é uma inflamação da mucosa dos seios da face, região do crânio formada por cavidades ósseas ao redor do nariz, maçãs do rosto e olhos.
Pode ser consequência de uma infecção, quadro alérgico ou qualquer fator que atrapalhe a correta drenagem de secreção dos seios da face.
O nome mais utilizado é rinossinusite, pois o processo inflamatório atinge tanto a mucosa dos seios da face como a mucosa nasal.
A boa notícia é que a sinusite tem tratamento, que deve ser orientado por um clínico geral ou otorrinolaringologista.

Causas Da Sinusite

A sinusite pode ser causada por agentes infecciosos, como bactérias, fungos e vírus, ou por fatores alérgicos.
Poeira, choque térmico e cheiros fortes são listados como desencadeadores da rinopatia alérgica.
Exposição a determinados agentes químicos e alterações na anatomia nasal, ou dos seios da face fazem parte do outro grupo de responsáveis pela sinusite. Há ainda, casos mais raros que levam à sinusite, como a presença de um tumor.
A doença pode ser dividida em:
  • Aguda: quando os sintomas estão presentes por um período inferior a 12 semanas;
  • Crônica: quando o inchaço e a inflamação dos seios nasais estão presentes por mais de 12 semanas.

Fatores De Risco Para Sinusite

Alguns fatores de riscos estão entre as causas mais comuns de sinusite crônica, eles incluem:
>> Pólipos nasais: crescimentos de tecido na área que podem bloquear as passagens nasais ou seios da face;
>> Reações alérgicas: a sinusite pode ser causada pela exposição à substâncias transportadas pelo ar, como ácaros e poeira, poluição, pólen, mofo, pelos de animais, fumaça de cigarro e partículas de insetos. Substâncias químicas como tinta, desinfetantes e produtos de limpeza também podem desencadear o quadro;
>> Alergias: outras doenças alérgicas, como rinite e asma, podem favorecer um quadro de sinusite. A inflamação que ocorre devido às alergias pode bloquear seus seios nasais;
>> Desvio de septo nasal: quando a parede entre as narinas não está alinhada, pode haver restrição ou bloqueio das passagens no seio nasal
>> Trauma na face: um osso facial fraturado ou quebrado pode causar obstrução das vias nasais;
>> Baixa imunidade: complicações de fibrose cística, refluxo gastroesofágico, AIDS e outras doenças relacionadas com o sistema imunológico podem resultar na obstrução nasal;
>> Infecções respiratórias: gripe, resfriado e outras doenças do trato respiratório quando não são bem tratadas podem inflamar e engrossar as membranas sinusais;
>> Tabagismofumar está ente os fatores de risco para o desenvolvimento da sinusite;
>> Infecções odontológicas: em casos que obstruem os seios nasais.

Sintomas De Sinusite

sinusite crônica e sinusite aguda têm sinais e sintomas semelhantes, mas a sinusite aguda é uma infecção temporária dos seios muitas vezes associada a um resfriado. Já a rinossinusite crônica corresponde a um processo inflamatório com duração prolongada.
Os principais sintomas da sinusite são o surgimento de secreção nasal espessa e amarelada, acompanhada de sensação de peso ou pressão no rosto. No entanto, outros sintomas que também podem aparecer incluem:
  • Dor de cabeça, que pode se espalhar para os olhos e nariz;
  • Dor de garganta;
  • Dificuldade para respirar;
  • Perda do olfato e gosto;
  • Mau hálito;
  • Tosse.
Os sintomas de sinusite podem ser muito semelhantes aos de alergia e, por isso, quando a alergia dura mais de 7 dias é preciso que seja avaliada por um clínico geral ou otorrinolaringologista, para iniciar o tratamento adequado.
Embora sejam muito raras, as complicações da sinusite podem incluir: Abscesso (acúmulo de pus que se forma no interior dos tecidos do corpo); Infecção óssea; Meningite e Infecção em região de órbita pálpebras.

Diagnóstico Da Sinusite

O diagnóstico da sinusite deve ser feito por um otorrinolaringologista e, normalmente, é feito através da observação dos sintomas e palpação dos seios nasais, para constatar se existe ou não sensibilidade nessa região.
Porém, outros exames podem ser solicitados:
>> Endoscopia nasal: neste procedimento é introduzido um pequeno tubinho pelo nariz para observar o interior dos seios nasais, podendo identificar se existem outras causas, como pólipos nasais que possam estar provocando a sinusite;
>> Tomografia computadorizada: avaliam a presença de uma inflamação profunda que pode não ser identificada com a endoscopia nasal e também permitem observar a anatomia dos seios nasais;
>> Coleta de secreções nasais: o médico recolhe uma pequena amostra das secreções nasais para enviar para o laboratório e avaliar a presença de micro-organismos como bactérias ou vírus;
>> Teste de alergia: os testes de alergia servem para identificar uma causa alérgica, quando o médico não consegue encontrar vírus ou bactérias como causas da sinusite.

Tratamento Da Sinusite

Alguns tratamentos são recomendados para ajudar a aliviar os sintomas da sinusite. Estes incluem:
Solução salina
A mistura de água e sal ajuda a dissolver as secreções nasais. Você pode inalar a solução salina ou pingá-la em seu nariz. O ideal é misturar uma colher de chá de sal para cada litro de água.
Corticoides nasais
Sprays nasais ajudam a prevenir e tratar a inflamação. Ao contrário de corticosteroides orais, esses medicamentos têm um risco relativamente baixo de efeitos colaterais e são geralmente seguros para uso contínuo, uma vez que agem diretamente nos sinos nasais, em vez de passarem primeiro pela corrente sanguínea.
Use somente com orientação médica.
Corticosteroides orais ou injetáveis
Estes medicamentos são utilizados para aliviar a inflamação de sinusite grave e podem causar sérios efeitos colaterais quando usados durantes longos períodos.
Use somente com orientação médica.
Antibióticos
Os antibióticos são necessários para o tratamento de sinusites bacterianas.
Use somente com orientação médica.
Cirurgia
Nos casos em que a sinusite resiste ao tratamento, a cirurgia endoscópica pode ser uma opção. Para esse procedimento, o médico utiliza um endoscópio (tubo fino e flexível com uma luz ligada na ponta) para explorar suas passagens nasais.

Prevenção

A melhor forma de prevenir a sinusite aguda é manter a mucosa nasal hidratada, tratar a rinite alérgica e procurar um médico para acompanhar gripes e resfriados. Mas há outros hábitos que podem ajudar na prevenção:

1-Alimentação Saudável

Manter uma dieta que inclui todos os grupos alimentares é fundamental para fortalecer a imunidade.
De acordo com pesquisas, os micronutrientes essenciais para o fortalecimento da imunidade são as vitaminas A, B6, B12, C, D, E, ácido fólico, zinco, ferro, selênio e cobre. Eles restauram a proteção contra infecções, fortalecem as células do sistema imunológico e aumentam a produção de anticorpos.

2- Beba Água

A hidratação pode prevenir a ocorrência de infecções.
É necessário ingerir cerca de dois litros de água por dia para permitir uma boa hidratação das mucosas.

3-Evite Os Gatilhos

Tomar medidas para reduzir a sua exposição a fatores que provocam sintomas de sinusite é uma parte fundamental do controle da doença. Manter a casa sempre limpa e evitar o acúmulo de poeira podem ajudar a prevenir uma crise.

4-Inale Vapor

A inalação de vapor é um método de evitar o problema, já que promove a limpeza das vias aéreas. Além disso, o hábito facilita a eliminação do catarro acumulado.

5-Testes Para Alergias

Os testes para alergias respiratórias são feitos para detectar qual é o agente causador da sinusite. Com o teste, é possível evitar a exposição ao agente, prevenindo crises de sinusite.

6-Não Fume

O cigarro é prejudicial para todas as pessoas, mas para o alérgico ele pode ser ainda mais destrutivo. O fumo favorece a evolução de alergias respiratórias e asma.

7- Exercícios Físicos

A prática de atividade física é muito importante para controlar doenças respiratórias. Qualquer atividade aeróbia promove a melhora do sistema cardiorrespiratório, diminuindo a ocorrência de crises de sinusite.

8- Lavagem Nasal

A lavagem nasal deixa as secreções concentradas nos seios nasais mais líquidas, facilitando a drenagem. Especialistas recomendam o uso de soro fisiológico. Vale lembrar que a frequência da lavagem depende da necessidade do paciente.

Alimentos Para Quem Tem Sinusite

Alguns alimentos devem fazer parte da alimentação de quem tem sinusite, pois ajudam a tratar os sintomas:
  • Água – a hidratação adequada é a chave para liberar o vírus de seu sistema. Tente beber pelo menos 8 onças a cada 2 horas;
  • Raiz forte – Qualquer pessoa que acidentalmente tenha comido raiz forte demais experimentou a sua potente capacidade de limpar passagens nasais. Misture a raiz forte com limão para torná-lo ainda mais potente;
  • Gengibre – Faça um chá de gengibre e adicione o mel cru para ajudar na desobstrução nasal;
  • Alho e cebola – Ambos os vegetais ajudam a aumentar a função imunológica;
  • Alimentos ricos em vitamina C – Consumir alimentos ricos em vitamina C pode aumentar o sistema imunológico e acelerar a recuperação da sinusite.

O Que Evitar

Alguns alimentos pioram os sintomas da sinusite, veja quais deles você deve evitar:
  • Açúcar – Diminui glóbulos brancos que ajudam a combater infecções;
  • Produtos lácteos – Leite e outros produtos lácteos colaboram para a produção de muco, por isso, é melhor evita-los;
  • Farinha refinada e grãos – Todos os grãos refinados podem causar mais produção de muco;
  • Sal – Sem ingestão de água adequada, o sal pode ser desidratante e dificulta a cura da inflamação dos seios.
A sinusite é uma inflamação, ou inchaço, do tecido que reveste os seios da face que pode resultar em infecção, acúmulo de muco e dor para o paciente.
Além dos remédios indicados e do tratamento médico, seguir alguns cuidados ajudam os sintomas de sinusite a desaparecer mais rapidamente, como lavar o nariz com soro fisiológico, evitar ficar muito tempo em locais fechados, beber entre 1,2 a 2 litros de água por dia e manter uma alimentação de verdade.
Te convido também a assistir o meu vídeo sobre o assunto:

Sinusite – Como Lidar Com Ela?





  • Share:

You Might Also Like

0 Comments