Ei… A vida sem ele (a) ainda é vida!

By Leila Maria - maio 10, 2017



Falar sobre o fim de um relacionamento é sempre muito difícil, por se tratar de um assunto muito delicado, e porque sabemos que existem inúmeros casos de pessoas que cometeram suicídio, após o rompimento de um relacionamento amoroso.
Não raras vezes, nos deparamos com amigos ou amigas que estão em depressão profunda porque um relacionamento chegou ao fim. Quando há um desequilíbrio num relacionamento que se torna enfadonho, o melhor é cada um tomar um rumo diferente na vida. Porque há vida após a separação. Como dizem por aí: “foi bom enquanto durou”, e acredite, podemos guardar boas lembranças, afinal eram vidas envolvidas numa história de amor.
Responda-me agora: Quem nunca perdeu noites de sono ou derramou lágrimas por alguém que amou? Porque queria que por um momento, a outra pessoa mudasse de ideia e por fim, desistisse do rompimento. Porque amar alguém faz parte da nossa vida, e representa um rol de lembranças do outro (a). Mas a vida prossegue normalmente. A alma se entristece e grita silenciosa neste vasto universo, mas não se pode obrigar um rio a parar de correr.
Ele contornará os obstáculos e continuará em direção ao mar. Você pode apenas mudar o seu curso. Assim pode ser a sua vida, você não pode impedir que ela prossiga, mas pode fazer com que ela tome um rumo diferente.

A vida não acaba quando acaba um relacionamento.

Porque você está só.

Você já se indagou quantas vezes, durante a sua infância, ficou só num quarto escuro e sobreviveu? Não estou dizendo que deve fazer de conta que nada aconteceu, afinal, depois da frustração você terá uma história para contar, uma história de sobrevivência.
Quer saber o que vejo nessa situação? Uma oportunidade de vencer o medo de falhar, de reestruturar a sua vida e se livrar desse caos interior que se instalou na sua vida. Porque o seu luto poderá durar apenas o tempo que você quiser. Então viva o seu luto, o seu desconforto momentâneo que é inevitável, depois basta dar um passo diferente.
O próximo desafio é erguer a cabeça e ficar com a consciência limpa de que você fez tudo aquilo que deveria ser feito para que o relacionamento fosse um sucesso. Isso é o que nesse momento importa.

E siga rumo a novos sonhos, novos horizontes, livre para voar, e não se esqueça de que está indo rumo à felicidade, porque mesmo sem ele (a) ainda existe uma vida a ser vivida. Viva!






  • Share:

You Might Also Like

0 Comments