Como Fazer Frituras Sempre Sequinhas

By Leila Maria - janeiro 18, 2017



A fritura dos alimentos é mau vista por médicos e nutricionistas, mas muito apreciada pelos bons gourmets. Afinal, quem resiste a um bolinho tenro, crocante e quentinho que acabou de sair da frigideira? Tudo bem que você não precisa se esbaldar comendo frituras todos os dias, já que, em excesso, qualquer alimento acaba mesmo fazendo mal para a saúde. No entanto, beliscar um petisco de vez em quando não vai comprometer seu 'relacionamento' com a balança ou sua saúde. É tudo uma questão de moderação. Se consumido e preparado de maneira consciente, o alimento frito pode sim fazer parte da dieta. 



Seja qual for o tipo de óleo escolhido (canola, milho, girassol ou soja), o importante é saber otimizar o uso, evitando exageros e preparando frituras sem encharcar. 



Para deixar que os alimentos fiquem mais sequinhos é essencial um pré-preparo cujo objetivo é diminuir a umidade do alimento. É indicado, por exemplo, colocar a batata com casca no micro-ondas por 8 minutos antes de fritar. A "crocância" estará garantida justamente pela desidratação da camada superficial da comida.





Reprodução




Panela certa 



Para fritar alimentos de maneira uniforme, use frigideiras ou panela de inox, que auxiliam no controle da temperatura. O fato dessas panelas elevarem menos a temperatura é positivo, pois, se houver oxidação do óleo, o organismo não reagirá bem. Utensílios feitos com metais catalisadores, como cobre e ferro, não são aconselhados. 

Resultado de imagem para frituras

Tipos de fritura 

Antes de fritar, fique atento ao método mais apropriado: 

Imersão - Neste caso, as gorduras 100% vegetais devem ser as eleitas. Dê preferência aos óleos que são extraídos de sementes de girassol — devido a sua riqueza em ácidos graxos poli ou monoinsaturados — e evite as gorduras de origem animal, como a banha ou a manteiga. A fritura por imersão é indicada para pastéis, frango, bolinhos e polenta. Nesse método é importante sempre retirar o excesso de gordura com papel absorvente. 

Grelhados - Feitos em chapas ou frigideiras, são os mais indicados graças ao baixo teor de gordura. Porém, é preciso ter cautela para não queimar ou tostar demais, o que pode ser tóxico. Por isso, use sempre o fogo baixo. Lembre-se de que a espessura do alimento também é importante, pois, quanto mais fino, mais gordura absorverá. O método é o mais indicado para preparar peixes, batata-doce e almôndegas. 

Milanesa - Os alimentos feitos dessa maneira são considerados os mais prejudiciais, já que além do óleo contam com a farinha utilizada para empaná-los e absorvem mais gordura na crosta formada. Após o preparo, não se esqueça de retirar o excesso de gordura com papel absorvente. 

Resultado de imagem para  frituras

Dicas espertas 

Selecionamos dicas úteis listadas pela Soya para você acertar o ponto de fritura de diversos alimentos, e o melhor, sem sujar o fogão. Anote: 



Reprodução




Sem respingos 



1. Leve 2 xícaras (chá) de óleo de para aquecer (190°C) em um frigideira larga e funda. 
2. Acrescente 2 colheres (chá) rasas de farinha de trigo ou amido de milho. 
3. Coloque o alimento direto no óleo, mas lembre-se de retirar o excesso de água antes. 

Óleo clarinho por mais tempo 

1. Aqueça o óleo. 
2. Acrescente um dente de alho inteiro com a casca quando o óleo estiver na temperatura certa para o início da fritura. 
3. Mantenha o dente de alho até finalizar a fritura. 

Fritando na temperatura certa 

1. Em uma panela média e funda, leve o óleo para aquecer em fogo baixo por aproximadamente 10 minutos. 
2. Adicione um pedaço de pão para saber se a temperatura está ideal (190°C). Se o pão dourar em 40 segundos o óleo está na temperatura certa. Se dourar antes de 40 segundos é porque está alta. Se passar de 40 segundos, o óleo não está aquecido. 

Bifes mais suculentos 

1. Corte os bifes frescos, com espessura média de 0,5 cm, no sentido contrário ao das fibras da carne. 
2. Tempere apenas com sal e pimenta-do-reino. 
3. Em uma frigideira quente, adicione um fio de óleo de soja Soya e acrescente os bifes, sem sobrepor. 
4. Frite em fogo alto, sem mexer e sem tampar. O tempo de cada lado varia conforme o ponto desejado: mal passado (2 minutos), ao ponto (3 minutos) e bem passado (4 minutos). 

Batatas fritas sequinhas e crocantes 

1. Descasque as batatas, de preferência do tipo holandesa. 
2. Corte-as em palitos e coloque-as em uma vasilha com água (1 litro) e vinagre (1 colher de sopa) por 10 minutos. 
3. Escorra a água, seque as batatas em papel-toalha e frite em óleo aquecido a 190°C. 

Frituras com aroma e sabor 

1. Leve o óleo de soja para aquecer (190°C) em uma frigideira funda e larga. 
2. Adicione folhas de louro, ramos de tomilho frescos, dentes de alho ou mesmo um pedaço de cebola no óleo aquecido. 

Importante! Nunca tampe a frigideira durante a fritura, pois isso pode gerar vapor fazendo com que o alimento cozinhe ao invés de fritar.


Fontes:
Fotos do Google imagens




veja também:


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários