8 de fevereiro de 2018

# alerta # Dicas

Os riscos e perigos da internet para as crianças



Como orientar o uso da internet pelas crianças. Mais do que nunca o diálogo e a confiança entre pais e filhos continua sendo a melhor arma contra possíveis enganos e erros na utilização da internet. Os sites de relacionamento, além das salas de bate-papo tem sido uma porta aberta para pedófilos e pessoas mal intencionadas, prontos para enganarem crianças indefesas.


Usar ferramentas de comunicação na Internet como salas de bate-papo, e-mail e mensagens instantâneas podem colocar crianças em risco potencial de encontrar predadores online. O anonimato da Internet significa que confiança e intimidade podem desenvolver-se rapidamente online. Predadores tiram proveito desse anonimato para construir relações online com jovens inexperientes.
Os pais podem ajudar a proteger seus filhos tomando conhecimento dos riscos relacionados com a comunicação online e envolvendo-se com as atividades de seus filhos na Internet.


Como agem os predadores em Internet

Os predadores estabelecem contato com crianças através de conversas em salas de bate-papo, mensagens instantâneas, e-mail e quadros de discussão. Muitos adolescentes usam fóruns de suporte online para lidar com seus problemas. Os predadores vão com freqüência a essas áreas online para procurar vítimas vulneráveis.
1- Predadores online tentam seduzir gradualmente seus alvos através de atenção, afeto, gentileza e até mesmo presentes, e geralmente dedicam um tempo, dinheiro e energia consideráveis a esse esforço. Eles conhecem as músicas e hobbies mais atuais que podem interessar às crianças.
2- Eles ouvem e demonstram simpatia pelos problemas das crianças. Eles também tentam reduzir as inibições dos jovens introduzindo conteúdo sexual aos poucos em suas conversas ou mostrando-lhes material sexualmente explícito.
3- Alguns predadores agem mais rápido que outros, entrando em conversas sexualmente explícitas imediatamente. Essa abordagem mais direta pode incluir assédio ou perseguição. Predadores também podem avaliar as crianças que encontram online para futuro contato cara a cara.
Referências:Microsoft Brasil