Presente caro

By Leila Maria - outubro 16, 2017

Nossa salvação foi cara para Deus, mas é gratuita para nós


A marca de relógios Rolex é uma das melhores do mundo. Muitas pessoas gostariam de tê-lo. É por isso que meus amigos que viajaram recentemente para o exterior pensaram que seria divertido comprá-los como lembranças para os seus filhos.
Lembranças? Sim. Porque eram falsos, simples imitações do relógio verdadeiro, vendidos facilmente para turistas a preços baratos e ridículos. Os relógios que os meus amigos escolheram para os membros da sua família tinham uma pequena diferença daqueles que você compraria numa joalheria fina — o nome do relógio era soletrado: R-o-l-e-x.
Poucas coisas de valor são baratas. E outras pouquíssimas são gratuitas. Todavia, a salvação — o presente mais importante de todos — é de graça. Ao contrário do relógio de imitação, a salvação tem valor infinito. Mas é gratuita porque, como nos lembra o hino: “Nada Falta” (HCC 390), ninguém pode adquirir a salvação (Efésios 2:8,9). Precisamos somente crer e receber o presente da vida eterna que Deus oferece (Romanos 6:23).
Esta é uma verdade paradoxal. Embora a salvação seja gratuita, o seu custo foi muito alto. Oswald Chambers escreveu: “O perdão, que para nós é tão fácil aceitar, custou a agonia do Calvário.” Qualquer um que ensina algo diferente disso está simplesmente nos empurrando uma “imitação”. 

Leia: Romanos 3:21-26

                                                  Cindy Hess Kasper







  • Share:

You Might Also Like

0 Comments