A Flor

By Leila Maria - janeiro 09, 2017




Mais uma flor nasce sem intenção
Em meio ao caos do tempo
Se descuidar e não deixar o sol bater
Respirar pra deixar a flor crescer
Não deixe que o vento leve
Não deixe que o tempo cure
Não deixe perdida ao acaso
Com muita chuva ela morre
Se morrer, resseca e perde a cor

A chuva é o vento que leva
O sol é o vento que traz
Me diz porque tanto
Bem-me-quer ou mal-me-quer
Não diga que plantou e não deu
A flor mal nasceu, morreu
E ao beijar o chão, suspirou e se rendeu

Mais uma flor nasce sem intenção
Em meio ao caos do tempo
Se descuidar e não deixar o sol bater
Respirar pra deixar a flor crescer
Não deixe que o vento leve
Não deixe que o tempo cure
Não deixe perdida ao acaso
Com muita chuva ela morre
Se morrer, resseca e perde a cor

A chuva é o vento que leva
O sol é o vento que traz
Me diz porque tanto
Bem-me-quer ou mal-me-quer
Não diga que plantou e não deu
A flor mal nasceu, morreu
E ao beijar o chão, suspirou e se rendeu

A chuva é o vento que leva
O sol é o vento que traz
Me diz porque tanto
Bem-me-que ou mal-me-quer
Não diga que plantou e não deu
A flor mal nasceu, morreu
E ao beijar o chão, suspirou e se rendeu

A chuva é o vento que leva
O sol é o vento que trás
Me diz porque tanto
Bem-me-quer ou mal-me-quer
Não diga que plantou e não deu
A flor mal nasceu, morreu
E ao beijar o chão, suspirou e se rendeu

A chuva é o vento que leva
O sol é o vento que traz
Me diz porque tanto
Bem-me-quer ou mal-me-quer
Não diga que plantou e não deu
A flor mal nasceu, morreu
E ao beijar o chão, suspirou e se rendeu


Fonte:https://www.vagalume.com.br/
Arthur Aguiar - A Flor


  • Share:

You Might Also Like

0 Comments