Um pouco de paz

By Leila Maria - dezembro 15, 2016





 Não é fácil encontrar um equilíbrio. Um ponto de paz. Um pouco de paz. Tudo estressa. Tudo corre. Tudo foge ao controle. Tudo tira do sério. Tudo dificulta. Viver perturba. Conviver irrita. Entender é quase impossível. Olhar para o outro e saber o que existe por trás dessa ou daquela personalidade, não é natural. Ninguém respeita ninguém. Salvo raras exceções. E não estou condenando, estou elucidando. Eu também não consigo. Também não sou compreensiva. Também não sou amável. Também não sou caridosa. Não sou quando não quero. E ninguém é. Salvo raras exceções. O fácil é olhar e condenar, o fácil é apontar e rir, o fácil é passar e ignorar. O fácil é ser indiferente. Mas quando eu deito, a noite, percebo que talvez não esteja certamente agindo de maneira decente. Que tenho que ser mais compreensiva, mais amável, mais caridosa. Tentar entender o que acontece, e se não entender no mínimo, respeitar. Respeitar que tudo aparece, acontece ou surge no caminho de quem for, por algum motivo. E não estou, agora, defendendo o destino. Estou defendendo o encontro de um ponto. Um ponto de paz. Um pouco de paz. Baseado na reflexão. No pensamento. No respeito. Nada ou ninguém tem o direito de agradar quem for. Mas eu tenho a obrigação de pensar nas palavras que digo, nas atitudes que tomo, na conduta que assumo. Porque não tenho direito de chatear ninguém. Principalmente se a vida já cuidou de chatear de mais uma ou outra pessoa que conhecerei por essas estradas. É difícil encontrar um equilíbrio. Um ponto de paz. Mas não é difícil tentar. É necessário tentar.


FONTE:http://olhosdecarvalho.blogspot.com.br/2011/09/um-pouco-de-paz.html


Resultado de imagem para FLORES BALANÇANDO AO VENTO GIFS ANIMADOS



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários