Bem-vindo a Marly-Gomont



 Em 1975, Seyolo Zantoko, médico recém-graduado de Kinshasa (Congo), aproveita a oportunidade e vai trabalhar em uma pequena aldeia francesa. Ao chegarem em Marly-Gomont, Seyolo e sua família ficam desiludidos. As pessoas têm medo, pois nunca viram negros em suas vidas. Mas Seyolo é determinado a vencer suas apostas e vai se esforçar para ganhar a confiança dos moradores.