O Senhor ainda está perto.

By Leila Maria - novembro 04, 2015


















“Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”. (Isaías 55.6)
O  versículo propõe duas perguntas: Haverá um momento em que buscaremos o Senhor e não o poderemos achar? Haverá um momento em que Deus estará longe, e não perto? Para responder tais perguntas, basta consultarmos a Palavra de Deus. Isaías profetizou numa época em que Deus estava prestes a derramar o juízo de sua ira sobre o povo pecador. Deus estava prestes a abandonar seu povo ao exílio. Hoje, Deus entrega o mesmo recado. Quando a Igreja faz aliança com o mundo, isso é o prenúncio de algo muito perigoso que está por vir.
Há algumas ocasiões em que buscaremos o Senhor e não o poderemos achar. Primeiro, se morrermos longe de Deus. Como ilustração, temos a parábola do rico e de Lázaro (Lucas 16.19-31). Segundo, quando o Espírito Santo for retirado da terra: “Com efeito, o mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém; então, será, de fato, revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda” (2 Tessalonicenses 2.7). Terceiro, quando Jesus voltar em glória: “Então, o sinal do Filho do Homem aparecerá no céu. Todos os povos da terra chorarão e verão o Filho do Homem descendo nas nuvens, com poder e grande glória” (Mateus 24.30). Portanto, devemos buscá-lo hoje, pois ainda o podemos encontrar.
Em hebraico, o verbo buscar é darash, que também pode significar “pedir”; “cuidar”; “indagar”; “empenhar”; “investigar”; “recorrer”; “retribuir”, “informar”. Assim, quando buscamos o Senhor no momento adequado, pedindo a Ele que se revele a nós e indagando sobre Seu plano em nossa vida, recorrendo à infinita misericórdia do criador, ele cuida de nós, investiga nosso coração e retribui nosso empenho, como está escrito: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á” (Mateus 7.7).
O curioso é que a palavra darash é traduzida como “necromante” em Deuteronômio 18.11: “Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante (darash), nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR, teu Deus, os lança de diante de ti”. Necromante é aquele que busca adivinhação através da comunicação com os mortos. Infelizmente, muitas pessoas estão tentando buscar a Deus através da comunicação com pessoas que já morreram, como Maria, Pedro, Paulo, Chico Xavier, Dom Bosco, João Paulo II, Santo Antônio etc. Isso é abominação, um pecado grave, cuja pena é a morte eterna. Ao contrário do que se diz, a maioria dos caminhos levam a deuses, e não ao Deus verdadeiro. O único caminho para chegar ao Deus Verdadeiro é através de Jesus Cristo, pois somente ele é o “caminho, a verdade e a vida” (João 14.6).
O verbo hebraico encontrar é matsa’, que tem a ideia de “pressionar e trazer para fora”. Ou seja, quando encontramos o Senhor, ele traz à tona tudo aquilo que estava oculto em nossas vidas. Ele nos sonda, tirando toda impureza e podridão, e coloca em nosso peito um coração novo.
A expressão matsa’ também pode ser traduzida como “renovo”, como em Jó 38.27: “para dessedentar a terra deserta e assolada e para fazer crescer os renovos (matsa’) da erva”. Quando temos um encontro verdadeiro com Deus, ele renova nossa terra, derrama uma água de vida, que faz brotar até mesmo as plantas que já estavam secas e mortas.
Precisamos invocar (aqora’) o Senhor enquanto ainda o podemos encontrar. O verbo invocar (aqora’) também pode ser trazido como “convidar”. Isso me lembra de Apocalipse 3.20: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”. Jesus está à porta de cada vida. Precisamos somente convidá-lo para que entre e tenha comunhão conosco.
O verbo aqora’ também pode ser traduzido como “ler”, por exemplo, em Êxodo 24.7. Para que invoquemos o Senhor de forma adequada, precisamos, primeiro, ler a Palavra de Deus e descobrir como Ele deseja ser chamado. A mulher samaritana invocou o Senhor, mas de forma inadequada. Jesus, porém, a repreendeu e mostrou a maneira correta de recorrer a Deus. A leitura e o conhecimento devem preceder a invocação. Como Paulo disse, o homem não sabe orar como convém, mas o Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis (Romanos 8.26).
Deus ainda está perto (qarov). Em hebraico, qarov está relacionado a qarav, que significa “fazer uma oferta” (Números 7.18). Para nos aproximarmos do Senhor, precisamos, primeiro, fazer uma oferta. Devemos entregar nossas vidas, nossos sonhos, planos, trabalho e família ao Senhor. Foi somente quando Abraão entregou tudo que tinha a Deus que o Senhor entregou ao pai da fé todas as promessas que lhe havia feito.
O Senhor ainda está perto. Precisamos buscá-lo imediatamente. A hora é agora. O dia é hoje.
Fotos: Internet
:: Daniel Lopez








  • Share:

You Might Also Like

0 Comments