Confira oito dicas para economizar no supermercado

By Leila Maria - fevereiro 07, 2015


 


 
 
Economizar é sempre bom, afinal, sobra dinheiro para utilizar nas horas de lazer ou para juntar recursos para adquirir algum bem.

No supermercado, com tanta variedade de produtos, o orçamento pode sair do controle facilmente. Por isso, adotar algumas práticas antes de fazer as compras, podem ser fundamentais para economizar nas compras.

Caneta, papel e economia

O primeiro passo é jamais chegar no supermercado sem saber o que realmente precisa em casa. Uma lista de itens e prioridades pode ajudar a evitar excessos e aquisição de produtos desnecessários.
"O ideal ainda é que essa lista não seja feita apenas no momento de ir ao mercado e sim ter um papel e uma caneta sempre à disposição para que seja anotado o item que falta logo que se percebe. Isto ajuda a não adquirir produtos desnecessariamente", explica o consultor da Nota 10 Consultoria, Laerte de Oliveira.

Veja oito dicas preparadas pelo consultor e comece a economizar:

1. Salário e compras: saiba quanto de seu salário é designado para as compras de mercado no mês. Divida o valor por quatro e assim, será possível precisar qual é o valor máximo permitido para gastos no supermercado por semana.

2. Lista: relacione primeiro os produtos básicos e depois dos supérfluos. Se possível, faça isso em listas separadas;

3. Quantidades: na lista, considere a quantidade de cada produto, levando em conta o período da próxima compra;

4. Calculadora na mão: faça um cálculo, mesmo que aproximado, de quanto poderá custar a compra;

5. Crianças: evite levar as crianças, mas caso não seja possível, vá direto aos itens de compra e não passeie pelo mercado. Caso a criança insista em comprar algum item, faça valer o diálogo;

6. Barriga cheia: faça as compras depois de comer, pois é importante distinguir a fome fisiológica, da fome psicológica. A fome física ou do estômago é a fome fisiológica, aquela que alimenta e define uma vida saudável. Já a fome emocional ou psicológica é aquela que implica tão somente em comer. Com isto aprenda que a fome psicológica é a que move as compras em excesso, pois estão ligadas diretamente às emoções;

7. Sem rodeios: vá diretamente aos pontos onde os produtos se encontram, evitando passear entre as gôndolas;

8. Nada de achar: não fique procurando algo que você "acha" que precisa, pois, com certeza, irá encontrar.

 http://economia.uol.com.br/noticias
 



  • Share:

You Might Also Like

0 Comments